sábado, janeiro 06, 2007

abraço

as euforias já lá vão e agora a visão do futuro encolhe-se, nunca se sabe o dia de amanhã, e dedica-se exaustivamente a sentir o tempo de cada dia.

dispomos de todos os prazeres que nos oferecem as comodidades de um país do mundo desenvolvido, atente-se na ironia da nomenclatura, e delas fazemos gala e sobre elas registamos críticas no Livro de Reclamações amarelo.

contudo, apesar de tudo isso e de tudo isso ser possível, só o impossível me faria sorrir: o teu abraço fechado.
imagem: [«... se mergulhares, murgalharei contigo», Carla Salgueiro]

2 comentários:

Anónimo disse...

Um beijo de Feliz Ano Novo para ti !

Secreta disse...

O abraço fechado ... um sonho...
Beijito.