sábado, novembro 05, 2005

ocaso

chego ao fim dos actos com um sorriso roubado ao orgulho.

sei que será talvez hoje o dia de mais um fim. o ocaso de uma história que, ao longo do último ano, viveu lado a lado com a minha, absorvendo o mesmo ar, cultivando as mesmas memórias, dando lugar às mesmas tristezas e alegrias.

hoje, de cima do palco, receberei, talvez, as últimas palmas devidas a este lugar e a esta gente. assino hoje [assinamos todos] o divórcio destas palavras que, semana após semana, se ouviram com a nossa voz e se soltaram por aí ao encontro das lágrimas que, sentidas, foram surgindo.

procuraremos novas cores, novas flores, novas auroras por aí. outras palavras se acharão ao nosso lado e os olhares e o corpo serão livres de novos amores. é a vida do teatro e dessas personagens inquietas que são os actores.

apagam-se os sons, fecham-se as luzes, o acto acabou. aos que nele souberam acreditar, viver, sorrir e chorar, deixo um coração feliz. roubo à plateia um último abraço fechado e dou por encerrado este céu que, esta noite, se fecha por cima de nós. definitivamente, não estou triste, mas não consigo evitar já uma lágrima de saudade.
foto: ["entre vocês me despeço...", Susana Ribeiro, 01.11.05]

5 comentários:

isa xana disse...

vou ter tantas saudades do teu palco. um dos meus palcos favoritos. era um daqueles que mais apaudia, depois de cada peça.

beijo grande bem grande

isa xana disse...

aiii, entao poe já aí um P.S. fas favor!!! Todos vão pensar o mesmo que eu. Agora não mereces beijo nenhum!! =p

perola&granito disse...

Quer surpreender alguem? Visite-nos, escolha, mande-nos um e-mail e... a pessoa que quer surpreender receberá na morada por si indicada o respectivo presente!

Sin disse...

Nem penses em arrumar as botas!! Quero continuar a aplaudir esta peca! Jinhos

Sparkling disse...

Tão bonito o texto!
*^ bjs*^

Boa semana!